A parte superior deste site é feita em Flash

Festas

As primeiras festas aconteciam no mês de janeiro, iniciava-se dia 01 até o dia de Santo Reis dia 06 e às vezes estendia até o dia 08 de janeiro.

Essas festas eram bem organizadas e as pessoas tinham um grande prazer de participar, se esforçavam para comprarem as roupas e todo material de ornamentação. Eram festas denominadas por ternos da cigana, saiam os casais segurando um tipo de velas coloridas, dançando e cantando de casa em casa. Seguravam também pandeiros feitos de lata de goiabada, onde batiam nas pernas de acordo o ritmo das músicas.

Na frente de todos ia uma mulher muito bonita vestida de cigana e segurando o estandarte. Acontecia nesse mês muitas folias de Reis, hoje já não acontecem mais.

Em maio o povo festejava a padroeira do local que é até hoje Nossa Senhora de Fátima. Essas festas aconteciam durante o mês todo e eram realizadas debaixo de um pé de juazeiro, onde faziam leilões para arrecadar dinheiro, pois pretendia construir a 1ª igreja de Juvenília, antes Fazenda Bom Sucesso.

A igrejinha de Santo Antônio foi construída onde hoje é a caixa d’água que fica na Avenida Minas Gerais. Atualmente acontecem essas festas durante três dias do mês de maio e fazem também os leilões mas não com a mesma animação de antes. Nos meses de junho e julho realizavam-se as quadrilhas que eram muito animadas e organizadas.

Os noivos saiam nas carroças de boi, cavalos, ou jegues passavam pelas ruas todas, com jogos, latas amarradas nas carroças e o povo dançando atrás, com sanfoneiros e era encenado o casamento da roça com personagens que numa linguagem caipira e muito engraçada, caracterizados de acordo com que representavam na peça e divertia muito a comunidade. Tinha o padre, os pais da noiva e do noivo, as testemunhas e outros.

Essas festas de quadrilhas eram organizadas principalmente por Dona Vanete moradora de Juvenília e tornou-se tradição, pois todos os anos ela se empenha na realização das quadrilhas, mas segunda ela já não tem mais a mesma animação e participação das pessoas como antes.

É certo que as festas de quadrilhas também foram acontecendo nas escolas e em outros movimentos inclusive a Escola Estadual Coronel Almeida juntamente com a Fundação Educacional Caio Martins – Centro Educacional do Carinhanha que já tem quatro anos que promovem de forma bem organizada as quadrilhas com barracas e muita animação.

Havia também um homem chamado Mirim, morador da região que organizava algumas festas como show de calouros e etc. Com o crescimento da vila e após ter passado a distrito foram surgindo bares, danceterias e salões onde promoviam as festas que eram bem divertidas e muitas pessoas das regiões circunvizinhas vinham participar.

Antigamente as festas de casamentos eram animadas por sanfoneiros, clarineta e tinha vez que durava três dias. Enfeitavam as frentes das casas e colocavam nas portas almofadas para a noiva ajoelhar-se e pedir a benção dos pais e dos padrinhos, jogavam arroz nos noivos, pois diziam dar sorte.

Conclui-se que as festas mais importantes atualmente em Juvenília são as festas de aniversário da cidade que acontecem em setembro, o carnajú que iniciou-se há dois anos e a festa dos primos que iniciou-se há cinco anos atrás sempre no dia 31 de dezembro, além dessas existem festas promovidas por outros grupos de pessoas.

Foto da Prefeitura Municipal de Juvenília que ficará antes do menu

Galeria de fotos

Fotos dos fundadores de Juvenília - Minas Gerais

Fotos dos fundadores de Juvenília - Minas Gerais


Desenvolvido por Adailton Rodrigues de Souza
Rua Herondino Montalvão, 390 - Centro - CEP.: 39467-000 - Juvenília - Minas Gerias
Contatos: Fone:(38)9934-9155 - Email/MSN: adailton@adassoft.com - Site: www.adassoft.com
Este site, é um trabalho solicitado pelo professor, Alexandre Henrique Paes, da disciplina Linguagens de Programação I
do curso de Web Design e Programação da UNISULVIRTUAL.
Imagem do rodapé da página

Valid XHTML 1.0 Transitional CSS válido!